As regras do jogo

As regras do jogo

 

Esta atividade é rica pela possibilidade que oferece de trabalhar várias competências. É divertida e estimula bastante a criatividade dos participantes. Vamos lá.

Objetivo:

  • Descontrair / aquecer o grupo / promover integração entre os participantes
  • Liderança
  • Trabalho em equipe
  • Criatividade
  • Estabelecimento de regras
  • Trabalhar cultura organizacional
  • Introduzir Missão, valores
  • Percepção
  • Comunicação

 

Material: Flip Chart, canetões, sulfite, caneta

Outros materiais diversos: barbantes, cordas, copos plásticos, cones de papelão, revistas, canetinhas                                coloridas, crachás, etc

Número de Participantes: de 15 a 30 participantes

Tempo: de 90 a 120 min

Instrução:

  1. Dividir os participantes em dois ou três grupos (dependendo da quantidade de pessoas);
  2. Informar que a partir desse momento eles são os consultores responsáveis pelo treinamento;
  3. Pedir para que cada grupo desenvolva um jogo que envolva, no mínimo, dois de seus membros:
  4. O jogo precisar ser estruturado e ter regras (quantas quiser);
  5. Pode ter quantas regras quiserem, no entanto, estas, assim como todo o jogo deverão ser detalhadamente descritas;
  6. O facilitador dará o tempo de 30 minutos para elaboração e 10 minutos adicionais para testar a execução;
  7. Para auxilia-los, se o facilitador considerar necessário, poderá descrever brevemente ou colocar na projeção de slides alguma orientação para ajuda-los a entender melhor o que é um jogo e como proceder para montar um;
  8. O facilitador deverá informa-los que terão algum material a disposição e poderão ou não utilizá-lo para a elaboração e aplicação do jogo;
  9. Ao final do tempo estabelecido, os grupos deverão jogar o seu jogo, sem porém, explicar suas regras aos demais;
  10. O (s) grupo (s) que não estiver apresentando seu trabalho deverá ficar assistindo atentamente com papel e caneta na mão;
  11. O facilitador orientará esses grupos a anotarem as regras do jogo. Todos farão isso, individualmente, enquanto o jogo estiver sendo apresentado. Depois se reunirão para checarem as anotações dos demais integrantes da equipe e unificarem a entrega do grupo;
  12. Após todos os grupos terem apresentado seu jogo e feito as devidas anotações, deverão apresentar o relato das regras ao grupo que criou o jogo. Este, por sua vez deverá analisar e dizer se está correto;
  13. Ao final da atividade, o facilitador poderá fechar falando da importância do estabelecimento das regras para o entendimento do ambiente organizacional, ou trabalhar a criatividade dos grupos;
  14. Uma variação possível é pedir para que os grupos elaborem o jogo e, ao invés de jogarem para os demais verem, poderão entregar as regras para que o outro grupo jogue. Desta forma, será possível evidenciar a importância de regras e de uma comunicação clara.